YouTube

photo5026361258726762478

O canal de vídeos da Fantástika 451 traz conversas com pessoas de diferentes partes do Brasil. São comentados livros, filmes e séries que tratam de fantasia, ficção científica, horror e outros.

As conversas são gravadas ao vivo via hangout e depois publicadas.

Organizam o canal: Járede Oliver e Germano César


Fk, vai ter entrevista!

Vídeos anteriores

O corpo na literatura fantástika
Entrevistados: Carol Chiovatto (São Paulo) e Waldson Gomes de Souza (Brasília)
Entrevistam: Germano César (Recife) e Járede Oliver (Cuiabá)

A partir das pesquisas de Carol Chiovatto sobre a representação do feminino e questões da cristalização do estereótipo da bruxa no imaginário ocidental enquanto feminino transgressor e de Waldson Gomes de Souza sobre afrofuturismo e ficção especulativa escrita por mulheres negras, a conversa aborda como o corpo é retratado na literatura fantástika.
Setembro, 2018. Duração: 1h15min

Distopias
Entrevistados: Felipe Benício (Maceió) e Járede Oliver (Cuiabá)
Entrevista: Ana Rüsche (São Paulo)

Felipe Benício participa do grupo Literatura & Utopia da Universidade Federal de Alagoas e desenvolve pesquisas sobre narrativas distópicas contemporânea. Junto com Ildney Cavalcanti, assina a tradução da obra Distopia: fragmentos de um céu límpido de Tom Moylan ao português. Járede Oliver estuda literatura weird, identidades na pós-modernidade além de corporalidades e estudos de Gênero. A conversa foi a respeito das mais variadas distopias de clássicas, feministas, ecológicas a estranhas.
Julho de 2018. Duração: 37 min

Literaturas fantástikas brasileiras
Entrevistada: Elizabeth Ginway (Flórida, EUA)
Entrevistam: Alfredo Suppia (Campinas) Ana Rüsche, Hailey Kaas, Simone Vollbrecht e Thalita Quachio (São Paulo)

Elizabeth Ginway é das principais brasilianistas que estudam ficção científica brasileira. Autora de Ficção científica brasileira – mitos culturais e nacionalidade no país do futuro, ed. Devir, 2015. Atualmente trabalha em um estudo comparativo sobre ficção científica e fantasia chamado Transexualidade, ciborgues e mortos-vivos: o corpo na ficção científica brasileira e mexicana. A conversa teve participação de Alfredo Suppia, professor de Cinema na Unicamp, autor A Metrópole Replicante: Construindo um Diálogo entre Metropolis e Blade Runner (2011) e Atmosfera Rarefeita: A Ficção Científica no Cinema Brasileiro (2013).
Fevereiro de 2018. Duração: 1h26min


Organizam o canal

Germano César. Professor de literatura brasileira, crítico literário. Mestre pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE no programa de Pós-graduação em Letras com a dissertação “Piscina livre, de André Carneiro: enter ícones e metamorfoses” (2011).

Járede Oliver. Psicólogo clínico, mestrando em Antropologia Social (PPGAS/UFMT) e professor do Estado de Mato Grosso, onde leciona Sociologia. Colabora com o site MetaFicções e com o projeto “fk, vai ter entrevista”, promovido pela Fantástika 451. Seus interesses incluem Literatura weird, Identidades na pós-modernidade, Antropologia da Pessoa e Corporalidade e Estudos de Gênero.

Anúncios